Natal Chegando!?

Posted in Uncategorized with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on novembro 13, 2008 by blogyp1

Natal chegando, você que gosta de aproveitar bons preços e não perde tempo quando quer presentear a todos. Perfumes, cosméticos e maquiagens de todas as marcas e todos os preços. Entrega rápida e segura. Saldão de Ofertas, Promoção de perfumes e cosméticos com descontos e preços imbatíveis na internet. Separados em produtos para ela (femininos) e para ele (masculino). Tudo isso em até 12x sem juros com parcelas mínimas de R$10,00 nos cartões de crédito. E mais, Fretes GRÁTIS para todas as compras. Sack’s a maior perfumaria virtual da América Latina. Visite nosso site: www.sacks.com.br

Saldão Feminino

Saldão Feminino

Saldão Masculino

Saldão Masculino

O perfume

Posted in Uncategorized with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on agosto 13, 2008 by blogyp1

Nos tempos mais remotos, os homens invocavam os Deuses por meio da fumaça. Eles queimavam ervas, que liberavam diversos aromas. Foi neste contexto que surgiu a palavra “perfume”, em latim “per fumum”, que significa “através da fumaça”.

Mais tarde, diversas ervas compunham banhos aromáticos, pomadas e perfumes pessoais dos egípcios. Mas foi Cleópatra quem eternizou a arte da perfumaria, ela seduziu Marco Antônio e Julio César usando um perfume à base de óleos extraídos das flores de henna, açafrão, menta e zimbro.

No início o perfume era à base de ceras, gorduras, óleos vegetais e sabões misturados a ervas. Com a descoberta do vidro, no século I, os perfumes ganharam uma nova cara, reduzindo sua volatilidade e ganhando formas e cores.

Por volta do século X, Avicena, o mais famoso médico árabe, descobriu a destilação dos óleos essenciais das rosas, e assim criou a Água de Rosas. Depois veio a Água de Toilette, feito para a rainha da Hungria. No século XIX o perfume ganha novos usos, como o terapêutico, por exemplo.

Hoje sabemos que o perfume é capaz de revelar a personalidade das pessoas, bem como sua classe social, uma vez que, um pequeno frasco pode atingir valores exorbitantes.

É comum o mesmo perfume apresentar cheiros diferentes quando aplicado em pessoas diferentes. Isso porque, os odores corporais são únicos, sendo resultado da alimentação, das características pessoais, dos lipídeos e ácidos graxos que a pele exala. A temperatura da pele interfere diretamente na vaporização do perfume, e portanto no cheiro que ele exala.

A magia dos cheiros

Mais do que revelar a personalidade de uma pessoa, o perfume influencia o estado de espírito de todos nós. Ao penetrarem pelas narinas, os aromas encontram o sistema límbico, responsável pela memória, sentimentos e emoções. Quando uma mensagem aromática penetra neste sistema, provoca sensações de euforia, relaxamento, sedação ou estimulações neuroquímicas.

Antigamente, o sistema límbico era chamado de cérebro das emoções. Quando estamos muito tensos e nervosos, um aroma de lavanda é capaz de nos relaxar e nos induzir ao sono, ajudando em casos de insônia. Quando estamos apáticos, deprimidos, infelizes, o aroma de bergamota pode ajudar na recuperação. Aromas de  limão, vetiver, eucalipto e alecrim melhoram a concentração, enquanto os de alecrim aliviam o cansaço.

Perfumes que nunca saem de moda

Posted in perfumes with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on agosto 12, 2008 by blogyp1

Dez em cada dez mulheres têm uma queda por perfumes. Afinal, não é fácil resistir àqueles frasquinhos coloridos cheios de formas e aromas especiais, não é mesmo? O curioso é que, mesmo com uma dúzia de opções sobre a pia do banheiro, há sempre aquele que não conseguimos deixar de usar. E há, ainda, aqueles que ninguém consegue deixar de usar: aqueles perfumes clássicos, que nunca saem de moda, sabe? Seja um adocicado, bem feminino, ou um oriental exótico, a verdade é que alguns perfumes são eternos. Eles lançaram moda, caíram no gosto das mulheres mais influentes e mudaram os rumos da perfumaria no mundo.

Perguntamos à especialista em perfumes Renata Ashcar quais são esses clássicos que marcaram época e continuam em alta até hoje. No topo da lista, é claro, ficou o Chanel nº 5. Criado nos anos 20 por Gabrielle Chanel, a fragrância floral aldeídica tornou-se famosa após ser adotada pela atriz Marylin Monroe. Foi o primeiro a realçar os aromas naturais através do aldeído, por isso, há quem o considere forte demais. É recomendado para mulheres clássicas e com muito estilo.

.

O Opium, de Yves Saint Laurent, é outro clássico. Lançou tendência nos anos 70 com um estilo oriental especiado, misterioso como o nome sugere. A embalagem, aliás, foi inspirada no Inro, caixa usada pelos samurais para guardar as folhas entorpecentes do ópio no Japão Imperial. Representa uma mulher mais sedutora, e leva até pimenta na composição. Quente, não?

.

Outro ícone dos anos 20, que arrasa já no frasco, é o Shalimar, de Jacques Guerlain. Este também segue a linha oriental, mas é mais romântico, com toques de baunilha e jasmim. O nome é homenagem ao jardim do “templo do amor”, palácio na Caxemira restaurado por Nur Jahan, o mesmo imperador que construiu o Taj Mahal. É para as mulheres glamurosas e provocantes.

.

O próximo que não pode faltar à lista é o Anaïs Anaïs, da Cacharel. Inspirada nos lírios brancos, símbolo da pureza na antiguidade, a fragrância floral suave de Anaïs foi sucesso absoluto entre os jovens dos anos 80, e até hoje representa uma imagem romântica e fresca. O nome tem tudo a ver: vem da deusa persa do amor.

.

.

Já nos anos 90, Thierry Mugler criou o inovador Angel, também oriental com baunilha, porém com traços de frutas e, acreditem, chocolate. Com forma de estrela e nome inspirado em sonhos, o perfume é todo um grande frasco de nostalgia e infância, baseado nas memórias do criador. Angel tornou-se clássico por inaugurar a categoria gourmand, de fragrâncias que lembram sabores, e inspirou muitos perfumes após seu lançamento.

.

Para completar a lista, a pesquisadora indica o L’air du Temps, de Nina Ricci. Com pombas de vidro enfeitando o delicadíssimo frasco, Nina faz um apelo à paz, após a Segunda Guerra. Lançado em 1947, o perfume oriental floral foi adotado por ninguém menos que a Lady Diana, e permanece um sucesso até hoje. L’air du Temps traz uma fragrância romântica, que combina perfeitamente com as mulheres mais clássicas.

.

.

É importante lembrar que o perfume deve seguir o gosto e a personalidade da mulher (ou do homem, por que não?). Então, não é porque listamos alguns perfumes clássicos que você precisa ir correndo comprar o seu, ok? Escolha sempre o que lhe agradar mais e que combinar com o seu estilo de vida, lembrando que a verdadeira fragrância é aquela que você sente após algumas horas, pois o perfume se mistura com o aroma do corpo.

E para quem pensa que um perfume é apenas um “cheiro gostoso”, fica a dica: perfumes, clássicos ou não, podem evocar sensações, trazer lembranças e até passar uma boa (ou má) impressão durante um primeiro encontro ou uma entrevista de emprego. É bom lembrar também que os frascos, apesar de lindos, devem ser guardados ao abrigo da luz, da umidade e do calor. Ou seja: dentro do armário.

Para quem gostou desses e quer conhecer outros perfumes, entre no site da Sack’s.

Espero que tenham gostado das dicas.

Beijos, boa semana para todos.

Veja mais em:

David Beckham – Instinct Masculino

E para quem gosta de uma boa leitura, aqui vai um blog interessante:

Livro na internet

David Beckham – Instinct Masculino

Posted in perfumes with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on junho 30, 2008 by blogyp1

Sua imagem confunde-se com o esporte, moda e do glamour. A figura de David Beckham mostra um homem moderno e autêntico, reinventando as tendências clássicas, com um toque contemporâneo. Sua primeira fragrância, INSTINCT, captura a alma, o estilo e a personalidade David Beckham.

Feito especialmente para homens modernos, que entendem de moda e gostam de cuidar de sua aparência e saúde. Tipico perfume atrativo e autentico, que chama atenção de todos ao redor de quem o estiver usando. Possui uma excelente fixação.

Quem a usa imediatamente sente frescor e leveza, por causa da bergamota italiana, juntamente com a laranja e o mandarim, ainda se revelando uma fragrância incomum e descompromissada, graças ao herbáceo anis, cardamon e pimenta vermelha encontrados na fragrância. Além disso, trás consigo uma onda de sensualidade, graças ao vetyver e o intenso patchouli, sendo intensificada por causa do âmbar branco, reinventando a elegância masculina.

Como David Beckham, é certamente uma fragrância que já tem espaço no hall da fama.

Encontrei o perfume no site da SACK’S, com um preço bem legal. Quem gosta de perfumes nesse estilo, vale dar uma conferida.

Quem conhece o perfume deixa um comentário falando o que achou.

Boa semana para vocês.

Chanel, Dior e Calvin Klein descobrem a China

Posted in perfumes with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on maio 28, 2008 by blogyp1

Um dos produtos mais vendidos na China hoje em dia é um artigo ocidental não essencial, de luxo, que os chineses jamais haviam comprado, historicamente: perfume. Com as vendas de perfume estagnadas ou em queda em quase todo o resto do mundo, o setor, sediado primordialmente em Paris e Nova York, espera que a China lhe propicie significativo crescimento.

O mercado do país continua pequeno, ainda que as vendas estejam subindo exponencialmente. Ninguém sabe exatamente qual é o índice de crescimento, mas Patrick de Lambilly, vice-presidente da Coty para o mercado asiático, disse que “pode-se ver 20%, 30% ou até 40% ao ano”.

Alexandre de Chaudenay, diretor executivo para o mercado da região Ásia-Pacífico na Beauté Prestige International, uma empresa que licencia perfumes, disse que “concordaria em que de 20% a 40% parece correto, mas é difícil extrair números reais, e as pessoas dizem qualquer coisa”.

Ainda assim, mesmo que o mercado chinês ofereça imenso potencial de lucro, fazer negócios no país está longe de fácil. O sistema regulatório é incerto. A complexidade da burocracia assusta. As lojas de departamentos variam muito em termos de qualidade e, porque o gosto do consumidor chinês está mudando rapidamente, uma loja que atrai multidões num dia pode estar deserta no dia seguinte.

Para aumentar ainda mais a incerteza, muita gente do setor diz que o conceito de perfume na China moderna é tão novo que muitos consumidores estão, na verdade, não comprando um perfume, mas uma marca à qual um vidro de perfume por acaso está conectado.

“Na China, tudo é marca, marca, marca”, disse de Chaudenay.

E a importância da marca suscita a questão da futura estabilidade do mercado. Ainda que muita gente no setor fale sobre a força das marcas de luxo na China, “os perfumes dessas marcas estão vendendo bem?”, perguntou De Chaudenay. “Creio que sim. Os consumidores voltarão a comprá-los? Já isso não se pode saber”.

Por esse motivo, de Lambilly diz que sua empresa e outras estão tentando moderar de maneira realista seu entusiasmo pelo mercado chinês. “Estamos aprendendo ao fazer”, ele disse. “Particularmente no que tange a fragrâncias. Todos nós estamos fazendo a mesma coisa, por aqui: obtendo dados de fontes de marketing, comparando-os a outras fontes e tentando compreender”.

Hans Wohmann, diretor de operações de perfumes asiáticas da Procter & Gamble, disse que as vendas na China daquilo que se conhece como “fragrâncias de prestígio” -os perfumes produzidos por estilistas e por marcas de luxo como Chanel, Estée Lauder e Dior- no momento atingem os US$ 120 milhões anuais, ante US$ 9 bilhões no mercado europeu ou US$ 4 bilhões no mercado americano. Mesmo o mercado japonês, o maior da Ásia, foi de apenas US$ 500 milhões em 2006.

Nas palavras de Wohmann, “isso significa que 20% da população do mundo respondem por 1% do mercado mundial de fragrâncias finas”.

De Lambilly disse que os chineses começaram a usar produtos perfumados de banho apenas no começo do século 20. Mas eles eram tão leves e simples que quase não traziam fragrância, ele afirma. “O objetivo era refrescar o corpo e também evitar mosquitos”.

Ralf Ritter, consultor da Takasago, uma fabricante de fragrâncias, disse que ficaria “surpreso se nem que 50% do perfume comprado na China esteja sendo de fato usado”. E isso, ele afirma, se deve em larga medida ao fato de que os chineses estão acostumados a fragrâncias que atendem a múltiplos propósitos. “Trata-se de fragrâncias, mas também repelem mosquitos, têm propriedades hidrantes e são usadas no verão para refrescar o corpo”, ele diz. “Os consumidores esperam que o produto faça mais do que simplesmente perfumar o corpo”.

A Coty entrou no mercado chinês, por intermédio da distribuidora ADE China, em 2000, e imediatamente estabeleceu a marca Davidoff e seu principal perfume, o Cool Water, que segundo de Lambilly continua a vender muito. A Coty lançou os perfumes Calvin Klein em 2006, e essa marca se tornou a nova líder entre os produtos da empresa. “O CKOne é obviamente muito forte”, ele disse, “e o N2U também se saiu muito bem, porque se enquadra de maneira bem apta à mentalidade de alta tecnologia dos chineses”.

O perfume Jennifer Lopez, que a Coty lançou em 2002, está se saindo bem, e a empresa também lançou no país os perfumes da linha Sarah Jessica Parker, ainda que de Lambilly tenha dito que “as marcas de celebridades não se saem tão bem na Ásia”.

A Kenzo atua na China há mais de uma década e, tendo desenvolvido negócios estáveis nas lojas de departamentos das grandes cidades, agora começa a penetrar as cidades de segundo escalão. A BPI lançou suas marcas Issey Miyake e Jean-Paul Gaultier de perfumes na China dois anos atrás.

“Começamos em Pequim e Xangai”, disse de Chaudenay, “criando nossos balcões e construindo visibilidade pela promoção de marcas líderes. Investimos mais em ponto de venda do que em publicidade na mídia”. Nos próximos três anos, a BPI planeja começar a vender suas marcas em 160 lojas de departamentos das 20 maiores cidades chinesas.

Ineficiências, complexidades burocráticas e o grande investimento de capital requerido para o estabelecimento de uma subsidiária fazem de parcerias com distribuidores chineses a norma do setor.

“Em termos de preocupações regulatórias, a China é um dos países em que é mais difícil registrar seu produto”, disse Sung Kim, diretor regional da Kenzo Parfums para a região Ásia-Pacífico. “É preciso registrar o produto para venda e também junto às autoridades higiênicas. O registro leva dois meses para cada produto, e não existe garantia de que as autoridades venham a conceder sua aprovação”.

A questão mais difícil talvez seja decidir que perfumes oferecer ao consumidor chinês. A Kenzo, cujas marcas FlowerrbyKenzo e KenzoAmour são grande sucesso na China, planeja desenvolver perfumes especialmente para o gosto dos chineses. Já a Prada enfrentou problemas com o perfume homônimo ao lançá-lo na Ásia, e teve de desenvolver o Prada Tendre, versão mais leve e limpa, lançada em março de 2007, que segundo a empresa está se saindo bem.

Só para elas!!!

Posted in perfumes with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on maio 16, 2008 by blogyp1

Qual mulher não gosta de um perfume? É por isso que eu fiz uma seleção com perfumes sensacionais para vocês.

Aproveite, escolha um e arrase!

Liberté, Cacharel. R$ 219,90 (50ml).

Fragrância cítrica, sedutora e sutil, especial para uma mulher audaciosa, de espírito livre, determinada e independente. Totalmente independente, a mulher de Cacharel é forte e brilha. Fragrancia cítrica tem notas de mandarina, laranja com mel, flores brancas, e um toque final de vetiver e baunilha.

Black XS for Her, Pacco Rabanne. R$ 175,90 (50ml).

A mulher que usa este perfume é considerada forte, emotiva, poderosa, sensual e moderna. Atualizadas, querem saber sobre tudo para formarem a sua opinião. O perfume possui uma fragrância floral, cítrica, com notas de pimenta rosa, flores de tamarindo e uva do monte, violeta negra, rosa Hellebora e flor de cacau. Além disso, as notas de fundo são compostas de madeira de Massoia, patchouli e baunilia.

Boss Femme, Hugo Boss. R$ 231 (50ml).

Perfume luxuoso, sofisticado, elaborado para mulheres modernas, sedutoras e femininas. Envolvente, é misterioso como um segredo, que atrai a sensualidade e luminosidade. É um floral com toque oriental possui notas de tangerina, groselha, jasmim, rosas da Bulgaria, pêssego e âmbar.

Armani Diamonds, Emporio Armani. R$ 258,90 (50ml)

Perfume que proporciona a mulher um sentimento de audácia e segurança. O perfume, em sua composição traz a sensualidade e a feminilidade da mulher. Ele representa a mulher Emporio Armani, com sua força, sensualidade e inteligência. Glamuroso e deslumbrante como um diamante. Perfume floral possui rodas, representando a feminilidade, licchia e framboesa, dando um toque saboroso e notas amadeiradas, dando toda a sensualidade.

Para mais informações sobre esse ou outros perfumes, visite o site da SACK’S

Posts Anteriores:

Perfume Frances

Perfume frances

Posted in perfume frances with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on maio 5, 2008 by blogyp1

Os perfumes têm aromas que provocam emoções e fortes sentimentos nas pessoas. Desde os tempos mais remotos, invocavam-se deuses por meio da queima de ervas e da liberação de variados aromas. Por este motivo, perfume, que veio do latim, tem o significado de “através da fumaça”. Sua história remonta a três mil anos e lendas em torno da sua criação também. Os primeiros surgiram na Índia e na Arábia, onde pela maceração de rosas, foi criada a primeira água de colônia. Os Árabes entendiam e gostavam de perfumes e possuíam conhecimentos avançados em higiene e medicina. Eles usavam elixires retirados de plantas e animais com objetivos terapêuticos.

Foi no século dez que a descoberta da destilação dos óleos essenciais das rosas surgiu e assim, a água de rosas. Posteriormente, veio o Eau de Toilette, um perfume feito para a Rainha Húngara. Mas seu esplendor ocorreu na Renascença e na Europa, ele se tornou popular. Ainda criado de maneira artesanal, fazia parte dos luxos diários das mulheres e com seu cheiro doce e embalagens charmosas, foi transformado em objetos de desejo até os dias de hoje.

Nesta época Paris se tornou referência na produção de perfumes e fez com que esta obra de arte conquistasse todos os cantos do mundo. Por este motivo, os principais perfumes ainda na atualidade têm nomes que vêm do Francês. O Eau de parfum, um perfume mais fraco, com concentração de essências. O Eau de Toilette, com fragrâncias discretas. O Eau de Cologne, um perfume para ser usado de dia, são alguns exemplos.

Veja mais em:

O perfume.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.